advogado gay é agredido por empresário em bar em SP

Um advogado gay foi agredido em um bar localizado na Rua Jerônimo da Veiga, no Itaim Bibi, na zona oeste de São Paulo, na noite dessa sexta-feira (24), por outro cliente, um empresário. À polícia, a vítima afirmou que estava com o seu namorado e um grupo de amigos quando passou a ser agredido e ofendido por palavrões de cunho homofóbico como “bicha, viado, casal gay”.

A Polícia Militar foi chamada e localizou o agressor ainda no bar. Ele afirmou que a discussão começou por causa do uso do karaokê do bar e que a vítima teria apontado o dedo contra o seu rosto. Ele justificou a agressão afirmando que queria apenas se defender.

O caso foi registrado no 14º DP (Pinheiros) como injúria real e lesão corporal. A vítima passou por exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). O agressor foi liberado após se comprometer a se apresentar à Justiça.

Powered by WPeMatico

Há dois anos preso, Abdelmassih é indiciado por mais 25 estupros

Há, além dos abusos sexuais, denúncias de manipulação genética irregular que resultou no nascimento de crianças com deficiência
Eduardo Enomoto/R7

A Polícia Civil concluiu a segunda investigação contra o ex-médico Roger Abdelmassih, de 72 anos, e o indiciou por mais de 25 estupros praticados contra pacientes de sua clínica de reprodução entre os anos de 1990 e 2008. Há, além dos abusos sexuais, denúncias de manipulação genética irregular que resultou no nascimento de crianças com deficiência.

As investigações foram encerradas, em março. O inquérito policial foi relatado à Justiça com pedido de prisão preventiva contra Abdelmassih.

Comissão da OAB quer afastar professor que ironizou vítimas de Abdelmassih

Vítimas de Abdelmassih irão processar professor universitário por “piada” em sala de aula

O Estado apurou que esta segunda investigação começou em 2009. Na época, Abdelmassih já respondia ao primeiro processo por abusar sexualmente de 37 pacientes. Como novas vítimas surgiam a todo instante, a 1ªDelegacia da Mulher (DDM) instaurou o segundo inquérito para agilizar as investigações contra o ex-médico.

Após ser xingada, vítima de Abdelmassih quer processá-lo: “Eu paguei para ser estuprada”

Inicialmente, foram registrados 26 casos de pacientes que acusavam Abdelmassih de estupro. Os relatos das vítimas diziam que os abusos aconteciam durante as consultas na clínica. Todas as vítimas buscavam o tratamento de fertilização para engravidar. Segundo elas, o ex-médico as acariciava e as beijava à força. Outras vítimas foram anestesiadas e quando acordaram, estavam sendo violentadas por Abdelmassih.

Powered by WPeMatico

Em emboscada, madeireiros matam policial que atuava com Ibama no Pará

O crime organizado que atua na Amazônia fez mais uma vítima nesta sexta-feira (17), no Pará. O 1º sargento João Luiz de Maria Pereira, do Grupamento Tático Operacional do Comando Regional da PM de Itaituba (PA), foi assassinado numa emboscada na floresta, após a destruição de um acampamento ilegal de madeireiros dentro da unidade de conservação federal.

Na tarde de ontem, João Luiz trabalhava com agentes do Ibama em uma operação de combate ao desmatamento ilegal na Floresta Nacional do Jamanxim, em Novo Progresso (PA), com apoio da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará. Foi quando a equipe foi cercada e atacada a tiros. Baleado no pescoço e no ombro, João Luiz foi socorrido pela equipe, mas morreu cerca de 40 minutos após o ataque.

Em depoimento à Policia Civil de Novo Progresso, integrantes da equipe relataram que o homicídio ocorreu por volta de 15h30 desta sexta-feira, no entorno de uma estrada de terra conhecida como Vicinal da Francy, a cerca de 80 km da área urbana de Novo Progresso.

Os agentes de fiscalização, com apoio do Grupamento Tático, destruíram o acampamento. Ninguém foi encontrado no local. Em seguida, ao dar continuidade às ações de fiscalização na região, o grupo sofreu a emboscada.

Os agentes federais e estaduais estavam no interior da unidade de conservação desde a quarta-feira, dia 15. Na véspera do homicídio, foram apreendidos um trator, um caminhão e várias motosserras que pertenceriam ao grupo responsável pelo acampamento ilegal e pelo ataque criminoso. O homicídio será investigado pela Polícia Federal (PF).

Por meio de nota, o Ibama se solidarizou com a família do sargento. “O Ibama se une à família e aos amigos do sargento João Luiz, recebendo com dor esse crime brutal. Agradecemos muito sua contribuição na proteção da Amazônia”, disse a presidente do Ibama, Suely Araújo. Equipes foram enviadas ao local para reforçar o combate ao desmatamento.

Criada em 2006, a Floresta Nacional do Jamanxim possui 1,3 milhão de hectares, o equivalente a 1,3 milhão de campos de futebol. Localizada no eixo da BR-163, que corta todo o Estado do Pará, a região é uma das áreas mais críticas do desmatamento na Amazônia.

“O assassinato na Floresta do Jamanxim é resultado da ação do crime organizado no eixo da BR-163, com o objetivo de deter a atuação legítima do Ibama e seus parceiros na Operação Onda Verde. Lamentamos profundamente a morte do sargento João Luiz, que resultará em uma atuação ainda mais firme do Estado brasileiro contra aqueles que lucram com a destruição do patrimônio ambiental do país”, afirmou o diretor de Proteção Ambiental do Ibama, Luciano Evaristo.

A Onda Verde é uma operação preventiva de combate à extração ilegal de madeira, realizada em áreas críticas de desmatamento na Amazônia, com base em alertas gerados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Powered by WPeMatico

Duas crianças morrem após incêndio atingir casa na Grande São Paulo

Duas crianças morreram em um incêndio que atingiu uma casa na cidade de Santo André, região metropolitana de São Paulo, na noite deste sábado (18).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio aconteceu por volta das 19h50 em uma residência na avenida São Paulo. Ainda segundo a corporação, cinco viaturas foram enviadas ao local e não há mais detalhes sobre o caso.

Leia mais notícias sobre R7 São Paulo

Experimente: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

Powered by WPeMatico

Erundina lança candidatura em SP e diz que Haddad faz governo 'medíocre'

Erundina será candidata pelo PSOL ao lado de Ivan Valente, seu colega na Câmara dos Deputados
ADAILTON DAMASCENO/BRAZIL PHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Prefeita de São Paulo pelo PT entre 1989 e 1993, a deputada federal Luiza Erundina (PSOL) lança oficialmente nesse domingo, 12, sua pré – candidatura à Prefeitura da capital com críticas duras ao prefeito Fernando Haddad (PT).

“Haddad faz um governo medíocre. Ele não ousou em nada. A periferia está abandonada”, disse ela ao jornal O Estado de S. Paulo

Em 2012, quando estava no PSB, Erundina chegou a ser anunciada como candidata a vice na chapa de Haddad, mas desistiu depois que ele se aliou ao ex – prefeito Paulo Maluf (PP).

A estratégia do PSOL em 2016 é atrair os eleitores de esquerda que estão insatisfeitos com o PT. “A sociedade não vê o governo Haddad como a força que representa a esquerda no Brasil. Precisamos rearticular os setores progressistas”, afirma a deputada.

A pré candidata do PSOL também crítica Haddad por, segundo ela, “não ter protagonismo” no movimento nacional contra o presidente interino de Michel Temer. “Esse governo é golpista”, afirma Erundina.

A deputada classifica seus demais adversários, o empresário João Doria, do PSDB, o vereador Andrea Matarazzo, do PSD, o deputado Celso Russomanno, do PRB, e a senadora Marta Suplicy, do PMDB, como “representantes da direita conservadora”.

O lançamento da candidatura está previsto para as 14 horas, na quadra do Sindicato dos Bancários, no centro da cidade. O candidato a vice de Erundina será o deputado federal Ivan Valente, também do PSOL.

Powered by WPeMatico

Serra gaúcha tem neve e temperatura negativa

O frio chegou com tudo neste final de semana no Rio Grande do Sul e a cidade de Gramado, na serra gaúcha, muito procurada pelos turistas, foi presenteada com alguns flocos de neve na sexta-feira, 10. O fenômeno durou pouco tempo, mas o suficiente para modificar a cor da paisagem. A temperatura mínima registrada na cidade foi de 1°C.

Nas cidades serranas de Caxias do Sul, Farroupilha, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula também foi possível observar a queda de flocos de neve.

Nesta madrugada, 11, o frio mais intenso foi registrado no município de Serafina Correa, no norte do Estado do Rio Grande do Sul, com temperatura de -4,9°C. As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), que não descarta a chance de nevar neste sábado, 11, nos municípios da região dos Campos de Cima da Serra.

Powered by WPeMatico

Crise e vida saudável mudam o comportamento dos consumidores nos supermercados, diz pesquisa

Caiu o número de idas ao supermercado por ano
Reprodução/Ivie

A inflação no preços dos produtos está mudando os hábitos dos clientes de supermercados em São Paulo. Para escapar das remarcações, os consumidores estão concentrando as compras no início do mês e as idas às compras diminuíram. Além disso, a preocupação com a saúde está influenciando mais na escolha dos produtos.

De acordo com uma pesquisa da Apas (Associação Paulista de Supermercados), 52% dos clientes fazem uma compra mensal até o dia 10, período em que a maioria dos trabalhadores recebe o salário. Além disso, a média anual de visitas aos mercados caiu de 85 vezes, em 2014, para 84 vezes no ano passado.

Leia mais notícias de Economia

Os preços dos produtos nos supermercados estão subindo acima da inflação geral. Em abril, o IPS (Índice de Preços dos Supermercados), calculado pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), ficou em 0,79%, enquanto o IPC-SP (Índice de Preços ao Consumidor na cidade de São Paulo), também da Fipe, ficou em 0,46%. 

Os produtos industrializados vendidos nos supermercados subiram 1,22%, os itens “in natura” tiveram alta de 0,89%. Bebidas alcoólicas aumentaram 2,85%, segundo o IPS de abril. Os produtos de higiene aumentaram 1,19%, enquanto os de limpeza foram remarcados em 0,72%. 

Com a elevação dos preços, os consumidores estão cada vez mais interessados em promoções e descontos. Oito em cada dez clientes ouvidos na pesquisa da Apas apontaram as promoções como critério para a compra de produtos.

Além de aproveitar as promoções, a Apas aponta como dicas para economizar no supermercado a escolha de produtos de marca própria e a escolha de embalagens econômicas. “Outra dica importante é pesquisar os preços em mais de um supermercado”, diz Rodrigo Mariano, gerente de economia e pesquisa da Apas. 

Saúde

Os consumidores que frequentam os supermercados estão migrando para um modelo de consumo mais saudável. Itens com altos índices de açúcar, como os refrigerantes, tiveram queda de 5% nas vendas, enquanto a água de coco cresceu 11%.

No café da manhã das famílias também teve mudança de hábito. Segundo a Apas, as marcas de margarina tiveram queda de 1,2% nas vendas. Por sua vez, a manteiga registrou um aumento de 10% nas vendas.

Powered by WPeMatico

“Mulher tem mais chances de ser estuprada do que desenvolver câncer”, diz secretária-geral da OAB-SP

Congresso discutiu temas que envolvem crimes sexuais
Caroline Apple/ R7

Durante o Congresso Estadual Sobre Violência Contra a Mulher, realizado pela Comissão da Mulher Advogada da OAB-SP, neste sábado (4), no Teatro Gazeta, na região central de SP, a secretaria-geral adjunta da OAB-SP, Gisele Fleury Charmillot Germano de Lemos, afirmou ao R7 que mulheres entre 14 e 44 anos têm mais chances de serem estuprada do que de desenvolverem câncer ou se envolverem em um acidente. A advogada ainda disse que, segundo pesquisas, mais de 500 mil mulheres são vítimas de crimes sexuais no Brasil todos os anos.

Devido ao caso do estupro coletivo no Rio de Janeiro, o congresso teve sua data adiantada para debater com urgência medidas de combate à violência contra a mulher. Entre as sugestões está uma parceria com o Governo do Estado de São Paulo para que os processos de crimes sexuais sejam conduzidos com a presença de um advogado desde a elaboração do boletim de ocorrência, para que haja o devido recolhimento e preservação das provas e a punição seja condizente com o crime executado.

– Ainda vamos discutir os mecanismos de como chegaremos até as vítimas, mas sabemos da urgência e da importância desse acompanhamento, principalmente nos casos em que a mulher não tem condições financeiras de pagar por um advogado particular.

A presidente da Comissão da Mulher Advogada, Kátia Boulos, explica que há uma burocratização dos processos de crimes sexuais e a má condução do caso pode, inclusive, livrar o criminoso da cadeia e usa o caso de estupro coletivo no Rio de Janeiro como exemplo.

– O caso passou a ser tratado de forma correta tardiamente. A vítima tinha que ser encaminhada ao médico de forma rápida, mesmo que o estupro, às vezes, não deixe escoriações físicas notórias. Temos que garantir que esses casos sejam priorizados e que as provas sejam coletadas e que mantenham sua qualidade. Cada dia que passa é contrário ao asseguramento dessa vítima, seja psicológico, familiar e em todos os outros níveis.

Outra proposta definida no congresso é a de incluir na grade curricular das instituições educacionais disciplinas como direitos humanos e igualdade de gênero e criar parcerias e convênios com essas mesmas instituições para capacitar professores e torná-los mediadores de conflitos que envolvam questões gênero.

– Buscamos a transformação pela educação. A OAB quer ir até as escolas e falar com docentes e discentes para que aprendam a respeitar a dignidade da mulher e a conviver com seus pares com igualdade. Buscamos uma mudança cultural.

Powered by WPeMatico